terça-feira, 3 de outubro de 2017

NOSSA FESTA EM HONRA A SÃO COSME E SÃO DAMIÃO - 2017








CIGANA ZAZULÉIA D'OXUM e TIAGO D'OGUM



NOSSA FESTA EM HONRA A SÃO COSME E SÃO DAMIÃO - 2017, FOI REPLETA DE ALEGRIAS.

OBRIGADO À TODOS POR TEREM NOS PRESTIGIADO.

A FESTA FOI ORGANIZADA PELA DIRIGENTE DO CENTRO, A ZELADORA CIGANA ZAZULÉIA D'OXUM E PELO SEU ESPOSO, TIAGO D'OGUM, PAI PEQUENO DO BARRACÃO.

NA OPORTUNIDADE AS CRIANÇAS DA COMUNIDADE TIVERAM UM ADIA DE DIVERSÃO E RECEBERAM DOCES, BOLOS, SALGADOS E BRINQUEDOS.

QUE SÃO COSME E SÃO DAMIÃO ABENÇOE AINDA MAIS O NOSSO CENTRO E TODOS QUE NOS AJUDARAM PARA QUE ESTA FESTA FOSSE UM GRANDE EVENTO.






















Centro Espiritualista de Açailândia celebra o dia de São Cosme e São Damião  Na oportunidade, fizeram abertura com música em honra aos santos e orixásQuestionado sobre a intolerância religiosa, bastante comentada atualmente, Tiago Leal explica que a repugnância está ligada a falta de conhecimento. (Fotos: Arquivo do Centro Espiritualista)São Cosme e Damião são conhecidos como os santos dos milagres medicinais por causa da formação em ciências e medicina. Os gêmeos foram estudar na Síria e fizeram um grande centro de estudos e formação e tornaram-se médicos famosos por obter sucesso com tratamentos de doentes. Além disso, por sua vida religiosa, os santos ofereciam seus serviços sem pedir nada em troca.  No último fim de semana (30 de setembro), os devotos dos santos gêmeos celebraram mais uma vez sua memória e proporcionaram as crianças do bairro Barra Azul de Açailândia, uma tarde festiva e de muitas brincadeiras. Desse modo, os membros do Centro Espiritualistas Filhos do Oriente entregaram 300 brinquedos, doces, balas e algodão doce. Na oportunidade, fizeram abertura com música em honra aos santos e orixás.  De acordo com Cleiton Tiago Leal, conhecido no terreiro como Tiago D'Ogum, pai pequeno do Centro Espiritualista, umbandista há 15 anos, a festa é tradicional do terreiro faz 25 anos e sempre realiza esse tipo de comemoração ao dia de algum santo.  "Dentre nossas atividades, festejamos Iemanjá (02/02), Ogum (23/04), Santa Sara Kali e a Ciganinha Luizinha, padroeira do povo cigano. Na festa da Ciganinha a Zazuléia [Mãe de Santo do Terreiro] é cigana de origem, sendo que nesta festa contamos com a presença do pai de santo Mestre Bita do Barão de Guaré e sua comitiva da cidade de Codó-MA e em dezembro, festejam os Exús da casa, em homenagem a pomba gira, cigana moça bonita", explica Tiago Leal.  Tiago destaca ainda que o festejo de São Cosme e Damião chega a reunir de 150 a 200 crianças para as quais prestam serviços de doações e se confraternizam com um almoço. O Centro Espiritualista pertence a Cigana Zazuléia D'Oxum que vive no terreiro em Açailândia, localizado às margens da BR 010, KM 14, nº 48, no bairro Barra Azul, há mais de 30 anos.  Questionado sobre a intolerância religiosa, bastante comentada atualmente, Tiago Leal explica que a repugnância está ligada a falta de conhecimento e que muitos acreditam que o terreiro umbandista é onde se pratica a maldade. Ressalta ainda que, além de ser um lugar religioso, eles também fazem parte de uma comunidade.  "Nossa fé está condicionada ao amor universal e incondicional. Não vemos os nossos irmãos pela sua fé, cor, raça, sexualidade ou etnia, mas sim como um todo que deve ser compreendido, amado e respeitado. E percebemos isso ao ouvirmos uma pessoa que quando nos visita pela primeira vez, sempre nos diz: Nossa! Pensava que aqui só tinha cachaça, que era um lugar sujo e que vocês não ajudavam os outros!", declarou Leal.E acrescenta que a missão da comunidade umbadista não é julgar e sim respeitar. "Respeitamos o homem em sua verdadeira essência. E da mesma forma queremos ser respeitados por batermos cabeça, firmarmos velas e usarmos branco".  

Centro espiritualista de Açailândia celebra o dia de São Cosme e Damião  
Na oportunidade, fizeram abertura com música em honra aos santos e orixás


Questionado sobre a intolerância religiosa, bastante comentada atualmente, Tiago Leal explica que a repugnância está ligada a falta de conhecimento. (Fotos: Arquivo do Centro Espiritualista)
São Cosme e Damião são conhecidos como os santos dos milagres medicinais por causa da formação em ciências e medicina. Os gêmeos foram estudar na Síria e fizeram um grande centro de estudos e formação e tornaram-se médicos famosos por obter sucesso com tratamentos de doentes. Além disso, por sua vida religiosa, os santos ofereciam seus serviços sem pedir nada em troca.  

No último fim de semana (30 de setembro), os devotos dos santos gêmeos celebraram mais uma vez sua memória e proporcionaram as crianças do bairro Barra Azul de Açailândia, uma tarde festiva e de muitas brincadeiras. Desse modo, os membros do Centro Espiritualistas Filhos do Oriente entregaram 300 brinquedos, doces, balas e algodão doce. Na oportunidade, fizeram abertura com música em honra aos santos e orixás.  



De acordo com Cleiton Tiago Leal, conhecido no terreiro como Tiago D'Ogum, pai pequeno do Centro Espiritualista, umbandista há 15 anos, a festa é tradicional do terreiro faz 25 anos e sempre realiza esse tipo de comemoração ao dia de algum santo.  

"Dentre nossas atividades, festejamos Iemanjá (02/02), Ogum (23/04), Santa Sara Kali e a Ciganinha Luizinha, padroeira do povo cigano. Na festa da Ciganinha a Zazuléia [Mãe de Santo do Terreiro] é cigana de origem, sendo que nesta festa contamos com a presença do pai de santo Mestre Bita do Barão de Guaré e sua comitiva da cidade de Codó-MA e em dezembro, festejam os Exús da casa, em homenagem a pomba gira, cigana moça bonita", explica Tiago Leal.  

Tiago destaca ainda que o festejo de São Cosme e Damião chega a reunir de 150 a 200 crianças para as quais prestam serviços de doações e se confraternizam com um almoço. O Centro Espiritualista pertence a Cigana Zazuléia D'Oxum que vive no terreiro em Açailândia, localizado às margens da BR 010, KM 14, nº 48, no bairro Barra Azul, há mais de 30 anos.  



Questionado sobre a intolerância religiosa, bastante comentada atualmente, Tiago Leal explica que a repugnância está ligada a falta de conhecimento e que muitos acreditam que o terreiro umbandista é onde se pratica a maldade. Ressalta ainda que, além de ser um lugar religioso, eles também fazem parte de uma comunidade.  

"Nossa fé está condicionada ao amor universal e incondicional. Não vemos os nossos irmãos pela sua fé, cor, raça, sexualidade ou etnia, mas sim como um todo que deve ser compreendido, amado e respeitado. E percebemos isso ao ouvirmos uma pessoa que quando nos visita pela primeira vez, sempre nos diz: Nossa! Pensava que aqui só tinha cachaça, que era um lugar sujo e que vocês não ajudavam os outros!", declarou Leal.

E acrescenta que a missão da comunidade umbadista não é julgar e sim respeitar. "Respeitamos o homem em sua verdadeira essência. E da mesma forma queremos ser respeitados por batermos cabeça, firmarmos velas e usarmos branco".  

sexta-feira, 5 de maio de 2017

CONVITE - FESTEJO EM HOMENAGEM A SANTA SARA KALI E A CIGANINHA LUIZINHA

CONVITE
 
CONVIDAMOS TODOS OS UMBANDISTAS, AMIGOS, SIMPATIZANTES, PAIS E FILHOS DE SANTO, PARA PARTICIPAREM DO FESTEJO EM HOMENAGEM A SANTA SASRA KALI, PADROEIRA DO POVO CIGANO, BEM COMO A CIGANINHA LUIZINHA E A TODO O POVO CIGANO, QUE ACONTECERÁ NO CENTRO ESPIRITUALISTA FILHOS DO ORIENTE MAIOR - SENZALA DOS NEGROS, LOCALIZADA NA BR 010, Nº 48, BAIRRO BARRA AZUL, AÇAILÂNDIA/MA, NO DIA 27/05/2017, INICIANDO ÀS 20H30MIM.
NA MESMA OPORTUNIDADE, ESTAREMOS RECEBENDO O ILUSTRE COMENDADOR DA REPÚBLICA O PAI DE SNATO MESTRE BITA DO BARÃO DE GUARÉ E TODA A SUA COMITIVA DA CIDADE DE CODÓ-MA, ALÉM DE VÁRIOS TERREIROS DA NOSSA CIDADE E DA REGIÃO TOCANTINA. 
ATENCIOSAMENTE,
 
CIGANA ZAZULÉIA D'OXUM & TIAGO D'OGUM XOROQUÊ

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

FESTEJO EM HOMENAGEM AOS SANTOS E ORIXÁS 2015 - NO TERREIRO DO MESTRE BITA DO BARÃO

NESTE ANO O CENTRO ESPÍRITA DE UMBANDA RAINHA IEMANJÁ, DA CIDADE DE CODÓ/MA, DIRIGIDA PELO COMENDADOR DA E PAI DE SANTO MESTRE BITA DO BARÃO DE GUARÉ, HOMENAGEOU A ORIXÁ YASÃ, COM SUAS VESTIMENTAS EM TONALIDADE ROSA.

MEU PAI BITA DO BARÃO, ABRILHANTOU A FESTA, QUE FOI INICIADA NO DIA 15/08 COM A SALVA AOS SANTOS E ORIXÁS, ÀS 06h00mim, ENCERRANDO-SE NO DIA 22 DE AGOSTO DO ANO EM CURSO.

UM GRANDE E LUXUOSO FESTEJO, QUE ABRANGE TODAS AS CORRENTES DA UMBANDA, EXÚ, OGUM, OXALÁ, XANGÔ, YASÃ, OXOSSI, YEMANJÁ, OXUM, IBEJIS, OMULU, NANÃ, ALÉM DAS LINHAS DE TOBOSSA (PRINCESAS), FAMÍLIA DE LÉGUA BOJI-BOÁ, CABOCLOS E TODOS OS ENCANTADOS DAS MATAS CODOENSE.





















segunda-feira, 8 de setembro de 2014

FESTEJO EM HOMENAGEM A SÃO COSME E SÃO DAMIÃO -2014

Convidamos todos os Umbandista e simpatizantes para participarem do Festejo em Homenagem a São Cosme e São Damião, que realizar-se-á no dia 27/09/2014, iniciando às 19:30 horas, conforme convite abaixo.
Na oportunidade estaremos recebendo o Ilustre Pai de Santo e Comendador da República Mestre Bita do Barão de Guaré e sua comitiva da cidade de Codó/MA.


Atenciosamente,

Cigana Zazuléia D'Oxum
Yalorixá





quarta-feira, 21 de maio de 2014

Absurda decisão do juiz que afirma que Umbanda e Candomblé não são religiões!

Nenhuma notícia recente, causou tanta comoção entre os seguidores dos cultos afros, como a decisão do juiz Eugenio Rosa de Araujo, da 17a Vara Federal do Rio de Janeiro.

O juiz decidiu não acatar denúncia do Ministério Público Federal contra os programas de Rádio e TV que estimulam a perseguição religiosa, alegando que a Umbanda e o Candomblé não são religiões.

E isso, apesar das provas insofismáveis de que tais vídeos dito evangélicos no Youtube realmente são ofensivos às religiões afros, onde pastores incitam seus seguidores a fecharem os terreiros de seus bairros.

Onde errou o juiz na sua decisão? Vamos por partes. 

O cunho da ação não era para conceituar o que é ou não religião. A ação pretendia tão somente, impedir a veiculação de vídeos que incitam a discriminação religiosa e a violência contra os seguidores da Umbanda e do Candomblé. 

Foi isso que pretendeu o Ministério Público Federal em sua atuação com fiscal da lei. Mais nada. Em nenhum momento desejamos que a Justiça julgasse se a Umbanda e o Candomblé são religiões. Apenas pediu-se a proibição da veiculação dos vídeos discriminatórios.

O juiz, que deveria se ater no julgamento à denúncia de discriminação, resolveu ultrapassar a questão a ser julgada. Pior do que isso: desviou-se da questão principal - a discriminação - e concentrou-se em análises antropológicas de cunho religioso, ignorando o foco principal: o vilipêndio religioso.

É óbvio que, para todos nós, que lutamos tanto contra a discriminação e a falta de respeito por parte de fanáticos religiosos das seitas eletrônicas, a decisão do juiz 
Eugenio Rosa de Araujo, da 17a Vara Federal do Rio causa espanto. É um desastre!

Primeiro, porque ao em vez de decidir sobre a questão lhe foi apresentada (o vilipêndio religioso), o juiz optou por divagar sobre o que seria religião.

Não levou em conta o que diz a nossa Constituição. Não levou em conta também a legislação federal que estabelece como dever do Estado e da sociedade garantir a igualdade, reconhecendo a todo cidadão brasileiro, a defesa de sua dignidade e seus valores religiosos e culturais (Lei12.288/10)

E mais: não levou em conta a existência da Umbanda e do Candomblé, como religiões impiedosamente perseguidas ao longo de décadas.

Nos últimos 30 anos, umbandistas e candomblecistas sofreram - e sofrem - cruelmente, ofensas de igrejas eletrônicas, ditas evangélicas, que utilizam os horários das concessões públicas de Rádio e TV, sob o beneplácito da agencia reguladora do governo federal, a Anatel, que não faz cumprir a Lei Geral das Comunicações, que proibe essa prática.

Como está salientado no recurso contra a decisão do juiz, desconsiderou-se "por completo a noção de que as religiões de matrizes africanas estão ancoradas nos princípios da oralidade, temporalidade, senioridade, na ancestralidade, não necessitando de um texto básico para defini-las".

Nos próximos dias, milhares de umbandistas e candomblecistas estarão mobilizados contra essa decisão judicial, que poderia ser classificada como equivocada, num país dito democrático, que se propõe a respeitar as diversidades.

A reação pacífica dos umbandistas e candomblecistas chegarão às ruas. Em todo país, irmãos de fé deverão se posicionar contra a absurda decisão do Juizado da 17a Vara Federal do Rio de Janeiro.

Por outro lado, vivemos numa democracia. E será graças a ela, que será questionada esta surpreendente decisão judicial.

O primeiro ato será na Associação Brasileira de Imprensa nesta 4a feira às 17 horas, na Rua Araujo Porto Alegre, 71, no Centro do Rio de Janeiro.

E temos certeza, de que outros atos de protesto serão organizados no resto do país.

Para os irmãos que moram no Rio de Janeiro, sua participação é indispensável.

Que os guais de luz nos guiem na luta contra as trevas da discriminação, do preconceito e do desrespeito religioso.

Com o saravá dos irmãos de fé,

Deputado Átila Nunes  e  Vereador Átila Alexandre Nunes

terça-feira, 7 de maio de 2013

TJ-MA JULGA AÇÃO DE REINTEGRAÇÃO DE POSSE QUE IRIA DESPEJAR TERREIRO DE UMBANDA E FILHO DE SANTO

Hoje, 08 de maio de 2013, na seção da QUARTA CÂMARA CÍVEL do tribunal de Justiça do Estado do Maranhão, foi julgado o processo nº 0002336-70.2013.8.10.0000, impetrado no TJ-MA, com intuito de suspender a decisão do Juiz de Açailândia, que concedeu liminar para reintegração de posse, que iria despejar terreiro de umbanda e família de filho de santo. O processo foi recebido no gabinete do Desembargador Jaime Ferreira de Araújo, que relatou e suspendeu a liminar concedida em primeira instância, sendo que nesta data, em julgamento do mérito da ação “A QUARTA CÂMARA CÍVEL, POR VOTAÇÃO UNÂNIME, CONHECEU E DEU PROVIMENTO AO RECURSO, NOS TERMOS DO VOTO DO DESEMBARGADOR RELATOR”. 



O CENTRO ESPIRITUALISTA FILHOS DO ORIENTE MAIOR – SENZALA DOS NEGROS, o filho de Santo Matias Pereira Almeida e todos os Filhos de Santo, agradecem a Deus em primeiro lugar, os Orixás e Guias (Mãe Zayda do Oriente, Caboclo Flecheiro, Cabocla Tumba Juçara, Seu Zé Pelintra, Cabocla Mariana, Seu Légua e família, Moça Bonita, Maria Padilha, Exú Veludo, Seu Tranca Rua e todos os guias que nos ajudaram), além do enorme apoio do CENTRO DE DEFESA DA VIDA E DOS DIREITOS HUMANOS CARMEM BASCARAM, Mestre BITA DO BARÃO DE GUARÉ (CENTRO ESPÍRITA DE UMBANDA RAINHA IEMANJÁ – CODÓ/MA), Os advogados Nonnato Masson Mendes dos Santos, OAB/MA nº 5.356, José Ferreira Mendes Júnior, OAB/MA nº 11.730 e Antônio José Ferreira Lima Filho, OAB/MA nº 10.693, os quais se empenharam a finco na causa, ao Desembargador JAIME FERREIRA ARAÚJO, por ter dado atenção ao processo, todos os blogueiros que se sensibilizaram e publicaram nossa notícia, os meios de comunicação (Jornal Escrito, TV e Rádio), o Vice-Governador Washington Luiz e sua assessora Benedita, a Jornalista e colunista Ilzi Rangel - a Fofa, Elisangela Mesquita (Salão de Beleza Elisângela Mesquita), Mãe Lusa, Jacinta, Professora Claudete, Amélia, Mãe Mariinha (REINO DE MAMÃE OXUM), Neto Azile, Mari Silva, Fundação Cultural Palmares – São Luís/MA, Secretaria Combate ao Racismo Ambiental – São Luís/MA, Capitão Alves, Aline Alves, Ouvidoria Geral do Estado – São Luís/MA, Prefeitura Municipal de Açailândia/MA, Câmara Municipal de Açailândia/MA, Defensoria Pública do Estado do Maranhão – DPE, Secretária de Igualdade Racial – São Luís/MA, Governo do Estado do Maranhão, amigos do facebook e a todos os envolvidos na causa, pois sabemos que, ainda, teremos muito o que fazer.


Axé pra todos.

Salve a Umbanda!

Tiago D’Ogum Xoroquê
Administrador do CENTRO ESPIRITUALISTA FILHOS DO ORIENTE MAIOR – SENZALA DOS NEGROS